Banho de Espuma

Embriagada pela tua voz,
Tropeço a cada passo
Dado em direcção a nós.


Receio o teu espaço,
Onde mastigo todos os gestos
A cada intervalo indigesto,
Sob o pêndulo da reflexão.

10 a 11.07.2011

0 degraus subidos:

Enviar um comentário

Inspira. Escreve.