Fugir

Andar.
Apenas colocar pé ante pé 
E partir.
 
Enterrar os calcanhares
Na fina areia 
E sorrir.
Envolver as pernas
Na água salgada e rir.
Rasgar os mantos 
Ondulantes e ir. 


Naufragar por entre
Lençois de movimento lento,
Suspirar o redor
E de olhos bem abertos
Ver o ar roubado 
Pelas correntes.

12.11.2011  

2 degraus subidos:

  1. …. e chegar.
    Terminaria eu!
    Consegues, realmente, fazer uso dessa que julgo ser a arte maior da escrita – o lírico!
    Parabéns! Será um prazer seguir-te.

    ResponderEliminar
  2. Chegar, sim, mas aí é que está a questão.. ela acaba por morrer, não chega a lado algum :(
    Até corei com o elogio, obrigada mesmo!! Beijinho*

    ResponderEliminar

Inspira. Escreve.