[des]abado

"Starting Point スタート地点" | zero_energy's photo blog
Acordo entregue à inércia
Deste ser de vontade
Espancado p'la lucidez.

Ao ver-te assim,
Parada à minha frente,
Olho os meus olhos
De água 
No azul do brilho 
Das gotas dos teus.

Sim, perdi-me.
As noites
Em nostalgia,
E os dias..
Na vertigem dos anos,
A procura.

Asfixiam a voz
Do orgão que me 
Oferece as batidas,
Levam-me a trautear
Pautas já escritas.

Perco o tempo ao tempo,
Não o suporto mais.
14.12.2011

2 degraus subidos:

  1. hello,

    I wish I could understand the poem to the full extent but I could only read through google translate haha.

    Great work always!

    ResponderEliminar
  2. After a sad sad poem, nothing better than a comment like yours to make me laugh, thank you "zero_energy" :)

    ResponderEliminar

Inspira. Escreve.