Moléstia

Sentas-te em frente das
Minhas pétalas
"Don't be sad" | zero_energy's photo blog
E apenas observas.
Desabrocho p'ra me 
Veres como sou.
No silêncio das estações e
A cada tua visita,
Amas a minha fisiologia e
Deixas-me p'ra morrer.  

Goza a alvorada das
Noites em que te espero.
Ri-se de mim,
O fim.

De pétalas abertas
Exponho a dor ampliada 
P'las pingas escorridas.
Por que me plantaste
No teu jardim?

16.12.2011

2 degraus subidos:

  1. I love your poem very much although I have to read it through google translate haha.

    Great work!

    ResponderEliminar
  2. I'm so sorry "zero_energy", but I don't choose the language to use :) It just pops in my head! I hope you understood it, though! Thank you for the photo, its gorgeous :)

    ResponderEliminar

Inspira. Escreve.