Num Lugar Esquecido

Baloiço numa velha cadeira
Que chia, que estala no
Chão de madeira aquecida
P'lo sol, que nele se deita e 
Se estende até à janela de
Pedras envelhecidas, decoradas
Por camadas de velas derretidas.
Anuncia-se o fim duma tarde
De Primavera, p'las flores que 
Correm nos campos lá fora e
As folhas que cantam das árvores
Circundantes ao meu lar. 
Está na hora.


"Um Lugar Esquecido" | Momentos
Dois pequenos,
De delicados fios dourados,
Dançam entre as purpurinas
Dos mergulhos no lago.
Da minha cadeira,
No terno calor da lareira,
Escolto os acordes da guitarra acústica
Ao anoitecer.

E enrolo, na manta, os pés frios
Antes que amanheça deste adormecer.

01.12.2011

0 degraus subidos:

Enviar um comentário

Inspira. Escreve.