Aqui

Pego no Rosé, encho o copo.
Trago a garrafa.
Queria ter-te comigo
P’ra contarmos
Cada gota que escorre 
P’la minha face corada.
Não seria a minha vez.
Torturas os restos
Do que de mim havia e
Por isso, ergo-te o copo 
Perante a minha nudez 
Em galeria.
Uma outra sombra que 
Se aconchega às 
Minhas rezas.
Prometi esquecer-te.
Amanhã.
Hoje voltei a quebrar
Essa promessa.

6 degraus subidos:

  1. E voltarás a quebrar a promessa tantas vezes, quantas as necessárias para que o esquecimento possa vencer!

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Ha ainda quem as tente manter :) mas nos tempos que correm essa pergunta é realmente apropriada!

      Eliminar
    2. Obrigado pelas visitas e pelos elogios deixados, Ana. É bom saber que há quem nos leia! Kiss e até breve.

      Eliminar
    3. Ola Carlos! Quando gostamos do que lemos/vemos nao custa deixar um comentario que demonstre a nossa apreciacao :) Beijinho*

      Eliminar

Inspira. Escreve.