Aparências


"Handwriting" | Diana Tavares
Mostra-me um poeta
Que não se tenha perdido
Nas entrelinhas da inocência.
Que não se tenha traído
Face séria consciência.
D'alma na boca
Por vezes,
Em exagerada tendência
E a loucura em troca
De nervosa coerência
P´la efemeridade 
Da sua vivência.
10.03.2012

6 degraus subidos:

  1. Gosto muito dessa música mas faz-me sempre lembrar a versão que ouvia dos Nine Inch Nails:

    http://www.youtube.com/watch?v=fb4qyuR7_cc&ob=av2n

    Não conheço muitos poetas... mas todos se devem ter perdido a seu tempo... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei da versão dos Nine Inch Nails, mas o Johnny Cash tem aquela voz profunda.. que nos toca na alma :)

      Obrigada p'la visita, Jon*

      Eliminar
  2. Os poetas têm o coração muito perto da boca... mas têm um coração e uma boca lindas!

    ResponderEliminar
  3. Talvez os trovadores se não tnham perdido...
    Depois, a começar no Luiz de Camões, não conheço nenhum que se não tenha perdido por uma via ou por outra.
    Penso que não há Poeta que não sofra pela sua paixão. E, quanto mais sofre, mais poetisa.

    Gostei destas tuas "APARÊNCIAS".

    Um beijo de parabéns e uma sugestão : não sofras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com o que dizes, aliás as palavras mais bonitas vêm de corações despedaçados..
      Obrigada e beijinho*

      Eliminar

Inspira. Escreve.