Aqui & Ali

Diana Tavares | Fotografia
Num o sol suado
Que aquece mas não entra,
Tremem os lábios
Molhados no meu ventre.
Coloco a mão sobre a tua
E ambas no meu peito
Exaltado, fatigado, vergado
Sobre o desgaste repetido
Por leigos batimentos.
Cheiro-te como nas alvoradas -
Acordada, confusa, cimentada
Entre anos-luz de ti.
Oiço o teu respirar entremetido
Nas gordas gotas que choram
Pelos vidros embaciados;
O sussurrar da tua melodia
No ar que inspiras, expiras,
Transpiras contra o meu corpo
Na palidez de peles homogéneas.
Sento-me na cama do quarto 
Onde me cicatrizo.
Será hoje.

11 & 17.05.2012


10 degraus subidos:

  1. Muito, muito bonito..
    Já pensaste em editar isto tudo e muito mais num livro?
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de mais, obrigada Simão :)
      E já pensei, sim, mas estes textos são os meus pensamentos, os meus sentimentos.. até que ponto é que iria vender com taaaanta - e boa!! - concorrência? :) Agradeço e guardo comigo a ideia :P
      Beijinho grande de saudades tuas*

      Eliminar
  2. muito bom, bem melhor que a foto, gostei muito mesmo:)
    bom fim de semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diana, a foto está fantástica!! :)
      Obrigada por cá teres passado e fico muito contente por teres gostado :)
      Beijinho*

      Eliminar
  3. Um primor de post, quer em texto quer em fotografia! wow

    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Acho que não tens mesmo nada a perder, acredita! Pelo que tenho vindo a ler aqui nos últimos tempos, temos talento e mais talento e muita paixão pela poesia :)

    Também tenho saudades tuas :)
    **

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, meu Simão!! Paixão não me falta - e o que escrevo é o que me grita cá dentro :) Obrigada por tanto elogio, vou ver se trato disso, apesar de não ser nenhum "Simão Fonseca" ou um "João Paulo" ...!:)
      Beijoca graaande - haja a internet pra irmos matando as saudades :)*

      Eliminar
  5. Não te deixes cicatrizar!
    A cicatriz é uma marga eterna...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas as emoções também têm que cicatrizar, senão não podemos prosseguir!
      Beijinho*

      Eliminar

Inspira. Escreve.