"Delirare"

Conto as pedras
Da calçada atrás de mim,
Peça a peça
Alinhavada,
Pedra a pedra
Que esculpi.

One day, I tell you,
One day!
And I'll say it again:
One day!
   Grito do meu íntimo pela face rosada arreliada com as lágrimas que lhe desmaiam os sentidos ao silêncio - entre sons trémulos que emito até à escassez. As mãos... impacientes por n'algo vingar, por n'alguém bater; por algo bater, por alguém vingar.
   Espera,
Não foi assim que
Aconteceu.
A mulher bateu 
No gato mas ele
Não morreu.

- Shhh...
He whispers from
A dark corner of
My conscious.
Silent us.
   Agarro a máquina e fujo daqui... Corro em direção ao sol, pelo vento ao mar. Comigo, os retratos de tudo o que me maravilha; os sons da cidade como fundo nesta minha cena.
   Num 'close-up' à atriz, que corre por um grosso abismo esverdeado, a água incandescente, o brilho da luz branca do céu.
  Ela para.
   Os olhos azuis duplicam de tamanho enquanto o cabelo é desviado da face - suspenso atrás da orelha: a expressão dramática sobre tal altura. 
   Uma súbita mordida no frágil lábio vermelho, grosseiro, como o teu pecado, o teu consumo. O teu fascínio pela minha carne.

Sem rodeios.
 24.05.2012
"The Paparazzi" | Jon Gavin

4 degraus subidos:

  1. Há um fascínio absoluto na leitura destas palavras sedutoras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei que ias gostar, só tu tens aquela sensibilidade quase telepática :) Já sentia a falta das tuas sábias palavras mfc!!
      Beijinho e bigada*

      Eliminar
  2. Posso dizer que gosto, sem perceber a loucura inerente ao texto? :P

    Aqui fica: Gosto...
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que podes!! Supostamente é uma história em que a personagem se encontra em 1ª pessoa e, no final do texto, passa para a 3ª - sendo ela a atriz em questão, daí a tua foto ser perfeita: o retrato de duas pessoas a sorrir, na escuridão.. Que máscara melhor?
      Beijinho e obrigada :)*

      Eliminar

Inspira. Escreve.