Dor

Fujo dele
Sem vontade,
Asfixiada p'la adivinha
Que somos.
Mastigo as palavras
Para a batalha
Que se avizinha,
Mas confesso que 
Nenhuma arma 
Travará a saliva
- P'la sua 
Pele abaixo.

Mascaro as fantasias
D'estranhas gargalhadas,
Enquanto sou saqueada 
P'los estrangulamentos do
Socialmente correto.
E perco um pouco mais de mim,
Morro mais um pouco 
Num tormento secreto.

17 & 25.10.2012



"Walk carefully" | Ever After Photos

4 degraus subidos:

  1. Mais um, que de uma forma poética, diria o que vai dentro de mim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PMartins, sinto-me elogiada - mais uma vez - por te identificares com as minhas palavras, mas não quero que te sintas assim!! Vá, anima-te e vai tirar umas fotos pra eu "roubar" :)
      Beijinho*

      Eliminar

Inspira. Escreve.