Ossos Em Mim

Murmuro o teu nome
P'los becos da cidade.
Miss Scarlet Red
Os meus lamentos p'las
Fendas das paredes,
O meu luto no abafo dos 
Segredos.

Sacudo a alma
P'ro improviso.
Inspiro calma e
Paciência, mas
Tremo nos sorrisos:
As desilusões levaram-me
A inocência.

Sigo-te

Atravesso uma fronteira
Que parece sem fim.
Do outro lado,
Um simulado
Caleidoscópico manequim.
 Do outro lado,
Sob céu dourado,
Sombras d'almas  
No jardim; 
Silhuetas  
Entregues ao fado,
Numa passadeira
Entre carris.

Atravesso uma fronteira
Sem fim aparente;
És tu quem eu vejo
Em quaisquer costas
De gente.

22.06.2012

Irreversível
 

Ao Volante

O meu carro é a casa
Onde passeio o meu 
Coração.
Pelos quilómetros 
De más estradas e
Sem qualquer direção.
Entre as músicas
De despedida que amamos
No prometido 
Adeus.
E, 
Por mais triste que seja,
Estou certa da 
Certeza que tenho,
Pois a euforia passou
E eu aqui estou
A criar rios 
Nesta terra.

07 & 15.06.2012


"I Can Never be The Same" | Jon Gavin

Espera

"Bleeding Heart" | P-S-A-M
Cai o sol do céu.
Simplesmente atira-se -
P'las nuvens
À linha do horizonte
E para, 
Suspenso.
Observa-me, 
Todo laranja,
De vermelho apaixonado.
Leva-me para esse lado,
Não quero a escuridão.
 Não me deixes no rasto
Do azul.
Posso nadar até ti,
Se aguentares o tempo
Entre as artérias do coração.

13.06.2012