Estações

Miss Scarlet Red
Encosto-me à saudade
Enquanto fujo das horas,
De anéis em volta dos olhos,
Por cada minuto na aurora.
Passo as mãos pelos cabelos
de cabeça de criança,
Vendo-me passar pelas cores 
da mudança, nos passeios, 
espelhada nas montras 
da minha cidade.
Minha, qual cidade?
Abraço a dança e rodopio,
sobre a claridade que cega e
sob a chuva que molha.
Escorre de mim a entrega
Que sepulto em rolha para
- não mais! -
basta e chega.
18.02.2016